A Serra acima das expectativas

Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo por quem ama e vive na região.

Agenda - 11 matérias cadastradas

Itaipava também é território indígena

Aldeia Akasha recebe lideranças em evento no dia 24

 

Em suas lendas de origem, os Tukano vieram do mundo espiritual navegando na grande cobra-canoa de transformação - a Pãmëri piroYukësë, jibóia cósmica - entoando seus cantos de cerimônia de Caapi (Ayahuasca), até se radicarem no território em que vivem ainda hoje, na região do Alto Rio Negro e Vaupés, na fronteira entre Brasil, Colômbia e Venezuela.

A cerimônia, que acontecerá no dia 24 de fevereiro na Aldeia Akasha em Itaipava, reúne Álvaro Tukano e Daiara Tukano, pai e filha, e integra uma jornada de três encontros - em Alto Paraíso de Goiás, no Rio de Janeiro e em São Paulo - com foco em apoiar a construção da primeira casa Tukano em Brasília, em terra de resistência indígena onde vivem seis etnias.

Os três encontros são parte do projeto “Reflorestar o Humano” que tem como objetivo desenvolver a autonomia econômica dos povos indígenas, a consciência ecológica profunda dos povos da cidade e a interdependência entre ambos, semeando a diversidade e a cultura de paz entre os povos do Brasil.

Álvaro Tukano é Kumu (mestre de reza) e Bayá (mestre de cerimônia). Atua como líder político e espiritual de seu povo, sendo um dos fundadores do movimento indígena no Brasil.

Continuar Lendo

Matérias anteriores

© 2016 UP TO SERRA. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Scriptorio Comunicação

>