A Serra acima das expectativas

Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo por quem ama e vive na região.

Gastronomia - mais 16 matérias cadastradas

Programação para desacelerar o samba no pé

Slow Folia no La Mesa Gastro Lar, em Itaipava

14 Feb 2018   /  59 visualizações

 La Mesa Gastro Lar une gastronomia e arte 

Carnaval é um dos feriados mais esperados do ano. Mesmo quem não se empolga com os blocos de rua e bailes pode aproveitar os dias de folga com opções mais sossegadas e não menos divertidas. No La Mesa Gastro Lar, em Itaipava, ainda dá para curtir a programação do Slow Folia neste final de semana, 17 e 18 de fevereiro. Na hora do almoço, a programação reúne gastronomia, música, fotografia e outras vivências com a participação dos artistas convidados.

Sinta-se em casa com amigos

Quem ainda não conhece o gastro lar, precisa saber que é a casa do chef Javy Larroquet, da companheira e escritora Cissa Borges e do pequeno Caetano. A família abre as portas de casa há dois anos para experiências gastronômicas apenas com reservas. Por lá a cozinha é aberta, então é possível acompanhar as preparações, enquanto o chef conta suas aventuras por vários países e fala sobre os ingredientes locais. O clima é mesmo de casa de amigos. É nessa atmosfera descontraída que eles acreditam que experiência gastronômica pode ir muito além do paladar e celebrar todos os sentidos. O evento Slow Folia é esse encontro de inspirações.

Slow folia 

Este Carnaval, o gastrolar já recebeu o concertista Daniel Miranda, da Orquestra da Fiocruz e do Palácio do Itaboraí Ensemble, com músicas autorais e de grandes como Baden Powell, Chiquinha Gonzaga, arranjos de Debussy, Ravel, Tom Jobim, Pixinguinha, navegando entre clássicos e populares com o talento de quem respira música. Nos dias 17 e 18 é a vez da Natasha Lherena embalar o almoço. Ela é uma das revelações da cena musical carioca. Cantora, compositora e bailarina, sua música passa por referências da música brasileira, africana, árabe e ibérica e tem uma sonoridade própria, criada em parceria com o produtor musical Eduardo Andrade. Natasha já ocupou as  principais casas de música do Rio, como o Espaço Sérgio Porto, o Bar Semente e o Circo Voador e participou da edição londrina do festival Back2Black.

Fotografia e performance, também à mesa

O La Mesa Gastro Lar propõe uma experiência completa. Os comensais serão inspirados pelo trabalho do performer Michel Groisman com a exposição “Porta das Mãos”, registros fotográficos de uma de suas performances conhecidas mundialmente. E essa inspiração já chegou na cozinha. É o chef Javy quem conta: “Michel tenta encostar os dedos de uma mão na outra e a partir daí construir inúmeras formas. Parece simples, mas não é. Nossas mãos estão pautadas por muitos hábitos, como abrir portas e amarrar os cadarços, por exemplo. Ele subverte este modo automático e revela que as próprias mãos são portas que formam inúmeros desenhos. Levando esse exercício para a gastronomia, posso lembrar que as mãos são os instrumentos mais usados para comer e não o garfo. Então, a experiência gastronômica da Slow Folia será apreciada integralmente com as mãos, uma forma de nos liberar dos padrões cotidianos e sair da mesma coreografia do comer”. A experiência gastronômica será também uma performance informal e criativa, como sempre são os ingredientes das boas ideias.

Crianças são bem-vindas

As crianças também estão convidadas a vivenciar atividades lúdicas com a artista e pedagoga Gabriela Duviver, companheira de vida e arte do Michel. Soltas e ao ar livre, a criançada poderá embarcar em histórias e brincadeiras.

Michel e Gabriela juntos já se apresentaram no MoMa (NYC) e na Tate Modern, Londres. Participam de exposições e festivais por todo o mundo, como o InTransit (Alemanha), Fierce! (Inglaterra), Le Merlan e Made in Brasil (França) e Riocenacontemporanea e Festival Panorama de Dança (Brasil).

Onde os artistas se encontram

Todos esses currículos se encontraram em Petrópolis. São artistas que viram nas montanhas uma oportunidade de criar os filhos em contato com a natureza e terem seus ateliês e estúdios também em contato com a tranquilidade. Daqui eles saem para o mundo. “Tenho a impressão que os petropolitanos não sabem quanta gente talentosa vive aqui. A geografia isola, não colabora com a interação. Nosso gastro lar é pulsante, vivemos a comida como arte e esperamos ser um ponto de encontro”, diz Cissa.

Slow Folia é um final de Carnaval para quem gosta de comer bem e sem pressa, aprecia boa música e tem o espírito curioso para as artes.

Serviço:

É preciso reservar a experiência através do (21) 98148-7629 ou www.facebook.com/lamesagastrolar

Corre lá! Mas sem pressa.

 

 

 

 

Galeria de imagens



© 2016 UP TO SERRA. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Scriptorio Comunicação

>